O 21 de setembro é uma data significativa no calendário, por ser marcado como Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Em função dessa causa, a Apadefi (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes) já trilha um caminho que completará 37 anos em outubro, em Volta Redonda. A entidade chega a somar 14 mil atendimentos por ano, entre especialidades como fisioterapias ortopédica, respiratória, neurológica, fonoaudiologia, assistência social, psicologia, pediasuit, estimulação precoce, terapia ocupacional e comunicação alternativa. A Apadefi ainda oferece reabilitação através de hidroterapia, única na região a promover esse tipo de tratamento.

 

Situada no Retiro, a associação registrou um aumento de 52% no número de usurários, em um comparativo correspondente ao período de janeiro a agosto de 2018 e 2019. No ano anterior, foram atendidos 623 pacientes, enquanto neste, 947. E o total de atendimentos aumentou de 11.777 para 15.274. Além dos procedimentos, a Apadefi também possui Núcleo de Atendimento ao Idoso (NAI) e Escola de Educação Especializada.

 

“Eu cheguei aqui na cadeira de rodas e muito debilitada. Com um mês de tratamento, graças a Deus e aos profissionais, eu saí da cadeira de rodas. Aqui, se abriu um mundo pra mim. Um mundo que eu achei que nunca ia passar por isso. E eles me dão força para estar a cada dia melhorando mais”, relatou a paciente Crislaine Aparecida Almeida Magalhães.

 

Segundo o presidente, Rodolfo Levenhagen, o aumento no número de usuários foi possível através do Projeto Ampliando Capacidades. “Em agosto de 2018, com aporte financeiro das organizações AmBev e CSN, conseguimos ampliar o atendimento em 50%, destacou.

 

“A entidade conta com o Pronas/PCD – Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência, do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde. Através de incentivos fiscais, o programa apoia organizações da sociedade civil, visando a ampliação de atendimento e serviços na área de saúde. Atualmente, temos 750 usuários atendidos e com o Pronas/PCD, 365, chegando no total de 14 mil atendimentos no ano”, detalhou Rodolfo.

 

A instituição também necessita de doações para se manter e, por isso, conta com contribuição espontânea da comunidade interna e externa. A Apadefi também promove eventos beneficentes e bingos, em que busca sempre contar com participação de toda a população. Outra forma de ajuda financeira para manutenção do funcionamento é o bazar que funciona diariamente na entidade e aberto ao público.

 

Os interessados em conhecer e ajudar a Apadefi podem visitar a entidade na Avenida General Euclides de Figueiredo, nº 350, Retiro, em Volta Redonda ou entrar em contato pelo telefone (24) 3346-4025. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das das 9h às 17 horas.

 

Conheça as principais patologias atendidas na Apadefi

 

Doenças Neurodegenerativas (Doença de Alzheimer/ Doença de Parkinson/ Encefalopatias/ Doença do neurônio motor)

 

Doenças Neurológicas Pediátricas        (Distrofias Musculares/ Paralisia Cerebral/ Mielomeningocele/ Microcefalias/ Atraso do desenvolvimento Neuropsicomotor)

Doenças Reumatológicas ( Lupos Eritematoso Sistêmico/ Artrite Reumatóide

 

Doenças Neurológicas (Esclerose Lateral Amiotrófica – ELA/ Paraparesia Espástica Familiar/ AVC/ TCE/ Esclerose Múltipla)

 

Doenças Raras (Doença de Charcot – Marie/ Doença de Pompe/ Doença de Machado-Joseph)

 

Doenças Respiratórias (DPOC/ Efisemas)

 

Doenças Neurológica Viróticas (Paralisia de Bell/ Guilem-barè/ Meningites)

 

Doenças Traumatoortopédicas (Pré e Pós operatórios e doenças ortopédicas em geral)

Compartilhar: