A Polícia Civil em Volta Redonda, através da 93ª Delegacia de Polícia, iniciou uma investigação de ataques e ameaças ao prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva. O prefeito esteve na tarde desta quarta-feira, dia 18, na 93° DP para registrar denúncia sobre ameaças que vem recebendo através de redes sociais e áudios por aplicativos de conversas.

Desde maio deste ano, quando decretou caducidade da concessão da viação Sul Fluminense, o prefeito vem recebendo várias denúncias de ameaças diretas e indiretas relacionadas a medida. A Polícia Civil está atenta em relação ao fato e, após o registro realizado nesta quarta pelo prefeito, iniciará as diligências no sentido de apurar os possíveis autores e buscar a materialidade dos fatos.

Samuca esteve com o delegado titular Franquis Dias Nepomuceno, quando apresentou os áudios e cópias das mensagens enviadas através das redes sociais. O prefeito foi acompanhado do secretário municipal de Segurança Pública, coronel Antônio Goulart, e do Procurador Geral do Município, Augusto César Nogueira.

O secretário de Segurança Pública ressaltou que a internet, embora seja um instrumento de utilidade pública, está passível a fiscalização do Poder Público e as consequências legais previstas na legislação penal.

O processo licitatório da concessão das linhas de transporte público envolve grandes cifras. A empregabilidade está garantida dentro do edital de licitação, porém ainda há muitas desinformações. Sendo assim, é natural que ocorram retaliações de pessoas insatisfeitas com esse processo”comentou Samuca Silva, que completou:

“Recebi as ameaças diretas a minha vida, porém meu compromisso é com a sociedade de Volta Redonda. Sou um servidor público e vou sempre defender os interesses da população, – disse o prefeito.

Por questões de sigilo das investigações, para que as mesmas não sejam prejudicadas, neste momento a Polícia Civil não vai divulgar maiores detalhes. No entanto, a medida com que os fatos forem sendo apurados e comprovados, serão tornados públicos.

Compartilhar: